Transtorno do Desenvolvimento de Linguagem – TDL

Transtorno do Desenvolvimento de Linguagem

O que é Transtorno do Desenvolvimento de Linguagem?

O Transtorno do Desenvolvimento de Linguagem (TDL) antes conhecido como Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) é caracterizado por importantes prejuízos na aquisição da linguagem.

Atrasos e alterações no desenvolvimento de linguagem são marcadores dessa condição, que pode apresentar diferentes manifestações clínicas, dependendo do grau de gravidade do caso.

Qual a causa do Transtorno do Desenvolvimento de Linguagem?

Nos indivíduos com TDL a linguagem não se desenvolve normalmente em virtude de um funcionamento cerebral atípico. São alterações funcionais do cérebro que ocorrem por influência de fatores orgânicos (genético) e fatores ambientais (que podem potencializar os efeitos desse transtorno).

Quando procurar um fonoaudiólogo?

O atraso de linguagem de até 24 meses e a dificuldade de compreensão são características dos indivíduos com TDL. Quando crianças é possível observar que suas dificuldades são sempre mais acentuadas do que das outras que compõem o grupo, sem apresentar qualquer tipo de ligação com outras doenças que justifiquem esse atraso (Ex: déficits intelectuais, danos cerebrais evidentes, problemas de audição).

Esses indivíduos apresentam, em maior ou menor grau, dificuldades relacionadas a todos os subsistemas da linguagem: fonologia, léxico, gramática e pragmática. E o desempenho escolar também aparece prejudicado, principalmente no que diz respeito às habilidades de consciência fonológica e à memória de curto prazo.

Outras condições que podem estar associadas a esse quadro, como: Transtorno do Déficit Atenção com Hiperatividade (TDAH) e Alterações do Processamento Auditivo.

Qual a atuação do fonoaudiólogo nestes casos?

Uma vez que o distúrbio de linguagem é uma condição de instalação precoce quanto mais cedo seja iniciada a intervenção mais favorável será a evolução dos casos. Os cuidadores e familiares são, também, peças fundamentais na estimulação desses indivíduos, uma vez que pesquisas apontam o ambiente como influenciador em potencial do desenvolvimento cerebral, afetando componentes cognitivos e de linguagem. Ou seja, oferecer um ambiente estimulante é colaborar para o desenvolvimento da sua criança.

Referências:

  • Crestani AH, Oliveira LD, Vendruscolo JF, Ramos-Souza AP. Distúrbio específico de linguagem: a relevância do diagnóstico inicial. Rev. CEFAC, São Paulo.
  • Puglisi ML, Befi-Lopes DM. Impacto do distúrbio específico de linguagem e do tipo de escola nos diferentes subsistemas da linguagem. CoDAS 2016;28(4):388-394.
  • Befi-Lopes DM, Puglisi ML, Rodrigues A, Giusti E, Gândara JP, Araújo K. Perfil comunicativo de crianças com Alterações Específicas no Desenvolvimento da Linguagem: caracterização longitudinal das habilidades pragmáticas. Rev Soc Bras Fonoaudiol. 2007;12(4):265-73.

Sites:

Facebook
Instagram